"Nobody Said It Was Easy"

By | 13:14 8 comments
Digamos que a vida tem sempre daqueles momentos que nos fazem duvidar de tudo o que sempre quisermos. É como se de repente as prioridades se invertessem e subitamente as esperanças, as alegrias, os desejos fossem outros.
Tantos anos à volta de uma coisa e assim, sem mais nem menos, esse desejo desaparece. Nunca sabemos até quando, ou mesmo porque, mas sabemos que foi e a única coisa com que ficamos é uma indeterminação por levantar.
Não é fácil ser quem somos, viver como vivemos, ser aquilo que queremos. Há sempre um terceiro pronto a ocupar o nosso lugar, um outro terceiro a querer ter tudo aquilo que temos, enfim, há sempre alguém á espera que falhemos. È isto que torna a vida difícil.... sabermos que não podemos falhar porque o nosso tempo é limitado.
Quando pomos tudo em questão o que mais querermos é levar dessa introspecção uma atitude positiva... algo que nos motive, que nos faça querer ser mais. Porém, nem todas as alturas da vida podemos ter essa chance e ás vezes é mesmo preciso cair no fim do poço, bater com a cabeça e sermos ninguém.
Vamos crescendo, vamos nos tornando adultos, vamos ganhando obrigações. Vamos perdendo a inocência, o tempo, a nossa verdadeira essência.
A vida nunca foi fácil, e nunca ninguém disse o contrário, mas tão difícil assim? Numa hora estamos mais que bem, temos tudo o queremos mas subitamente isso tudo desaparece e o instinto animal de querer tudo volta deixando-nos ainda mais em baixo porque ninguém consegue ter tudo, porque ter tudo é muito e muito é uma parte de quem somos.
Mas realmente o que nos resta agora é esperar que a vida seja boa e que nos dê uma nova esperança e uma nova vontade de viver. Eu sei que isso vai acontecer. Não me perguntem porque, mas simplesmente sei.

Tumblr_m5mbw0uulg1rta0dco1_500_large
Para a semana volto à carga com grandes posts. Por enquanto, vou só reflectindo. 
Mensagem mais recente Mensagem antiga Página inicial

8 comentários:

  1. Por vezes é bom parar, reflectir sobre o que queremos... :)

    ResponderEliminar
  2. Então Tiago, que se passa?
    Já sabes que podes contar comigo. Podes sempre deixar-me um email que eu depois leio tudinho, sim?

    Força, beijinhos **

    ResponderEliminar
  3. "Vamos crescendo, vamos nos tornando adultos, vamos ganhando obrigações. Vamos perdendo a inocência, o tempo, a nossa verdadeira essência." Nunca duas frases disseram tantas verdades, às vezes dou por mim a perguntar onde está a Marta que era à anos atrás, onde estão as paixões que tinha. *

    ResponderEliminar
  4. Adorei seu pensamento, me pego refletindo!

    http://www.gabriellduarte.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Adorei a reflexão!

    Beijo,
    www.estanteseletiva.com

    ResponderEliminar
  6. São as chamadas "dores do crescimento". É o despertar da inocência, é o cair das nuvens e colocar os pés no chão, é o abrir os olhos para as cores reais do Mundo... Força e acredita em ti, eu acredito que virás a ser capaz de coisas fantásticas!

    ResponderEliminar

Express yourself!